Uma mediocridade que dilacera!




Num discurso de dilacerante mediocridade, o Golpisto, Traíra e Tinhoso disse na abertura da Assembleia da ONU que o Brasil tem “um compromisso com a Democracia”.

Relatou que o processo que resultou “num impedimento” se travou com “respeito constitucional”, em consonância com o Congresso e o Supremo: “demos um exemplo ao mundo!”

Só se esqueceu de dizer que a Dilma não cometeu crime.

De resto, foi um desfile de obviedades previsíveis:

- o Brasil é obra de migrantes;
- o Esporte promove a paz;
- é preciso atenuar as assimetrias da globalização;
- ele é contra a xenafabia (sic);
- há incerteza e instabilidade no mundo, déficit de ordem!;
- a diplomacia brasileira tem os pés no chão!
- o direito tem que prevalecer sobre a força;
- precisamos de uma ONU de resultados
- o desenvolvimento é um imperativo!
- cada ser humano tem o direito de viver livremente!

Um jênio!

Uma vergonha!

PHA

Conversa Afiada
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: