Michel Temer tentou tirar Ricardo Melo da direção da EBC por decreto.

Não conseguiu, porque havia uma lei – que ele próprio havia votado, como deputado – que estabelecia que o cargo era preenchido por eleição de um Conselho Curador, composto de membros do governo e da comunidade profissional.

Prestou-se à desmoralização de levar um contra-vapor do Supremo.

Agora, primeiro dia após o “reconhecimento de firma” de sua usurpação, baixa uma medida provisória para desestruturar totalmente a lei que organiza a EBC, com o único objetivo de afastar melo e colocar lá o enfant gaté de Moreira Franco, Laerte Rimoli, Laerte Rímoli, que participou da campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB-MG) e chefiou a comunicação da Câmara dos Deputados na gestão de Eduardo Cunha.

É tão covarde que deixou encomendada, para livrar-se da vergonha de tomar outro “passa-fora” do Supremo que deu para o Rodrigo PimpãoMaia assinar.

Michel Temer é uma das menores estaturas que já se viu na vida pública brasileira.


TIJOLAÇO
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;