Jornal GGN - A presidente Dilma Rousseff (PT) chegou ao Congresso por volta das 9h desta segunda-feira (29), para apresentar pessoalmente sua defesa contra o processo de impeachment. Dilma será julgada por crime de responsabilidade fiscal em função de pedaladas fiscais e decretos suplementares editados entre 2014 e 2015. A defesa nega que houve dolo ou irregularidade nos atos da presidente.

Sorridente, Dilma foi recepcionada no Senado com flores por simpatizantes que gritavam "Dilma, guerreira, do povo brasileiro!" e por senadores do PT. Ela aguardará numa sala reservada, usada por Renan Calheiros (PMDB) para receber visitas, até que possa dirigir-se ao plenário para começar a defesa. Ela cumprimentou os manifestantes contrários ao "golpe parlamentar", mas não falou à imprensa.

Nessa fase do impeachment, Dilma terá 30 minutos para suas alegações finais, prorrogáveis por mais 30. Depois, os senadores terão cinco minutos para fazer perguntas que a presidente poderá responder, se quiser. Após isso, acusação e defesa terão mais 1h30 cada para as últimas considerações. A votação deve se encerrar na terça (30).

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) disse à TV Senado que Dilma está tranquila e será "altiva". "Da mesma maneira que ela enfrentou o golpe e os militares em 1964, ela fará o enfrentamento aqui", comentou.

Dilma foi aconselhada a fazer um discurso menos técnico e mais político, denotando o caráter irregular do processo pelo "conjunto da obra". Nas galerias, estarão entre seus convidados o ex-presidente Lula, ex-ministros de seu governo, o cantor Chico Buarque, entre outros.

O senador Aécio Neves (PSDB) disse que a oposição à presidente evitará o embate se não houver "provocações". Ele ainda apontou que Dilma deve usar o espaço para pedir desculpas aos brasileiros e "recuperar sua biografia".

O GGN fará a cobertura completa ao longo do dia.


GGN
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: