A Defesa da Democracia mais uma vez reúne trabalhadores e trabalhadoras em acampamento nacional em Brasília


Crédito: Mídia Ninja 


Por Comunicação da Frente Brasil Popular
Os arredores do Ginásio Nilson Nelson em Brasília se transforma, mais uma vez, numa grande trincheira em defesa da Democracia e contra a retirada de direitos. Assim como aconteceu com a votação do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados, milhares de pessoas de todas as partes do Brasil reúnem-se aqui para juntas lutarem contra o golpe de Estado que ronda a nação.

Não falta disposição e ânimo para os próximos dias. E o acampamento montado em Brasília é o epicentro irradiador da esperança de dias melhores para o conjunto da população brasileira. Trabalhadoras e trabalhadores rurais, do serviço público, entidades sindicais e diversos movimentos sociais povoam a trincheira. Em comum, o inconformismo com a tentativa de solapar a nossa jovem Democracia.

Mais uma vez, a solidariedade marca o espaço. Doações de mantimentos, equipamentos para camping, medicamentos e mãos, braços e pernas para ajudar na montagem do acampamento não faltam. Em cada rosto percebe-se que não será tão fácil impor os retrocessos pretendidos com o golpe. Mulheres e homens compõem uma brigada democrática e republicana, disposta a lutar pelo bem-estar da coletividade brasileira.

Estamos apenas no início da jornada. Milhares de brasileiras e brasileiros estão, neste momento, a caminho de Brasília para reforçarem as fileiras de defesa da Democracia e contra a retirada de direitos. Vêm com a disposição que marca a luta dos movimentos sociais e o orgulho dos avanços conquistados nos últimos anos. Avanços estes que jamais serão tolerados pela elite, temerosa em perder seus privilégios.

É chegada a hora do epílogo dessa triste história escrita pelos derrotados de 2014. Nos próximos dias, o Senado Federal será palco de um julgamento histórico. Não existem vencedores e quem perde é a Democracia. Mas a articulação popular em defesa dos seus direitos e contra o desmonte de políticas públicas emancipatórias é uma vitória inconteste. Não será o golpe dos sem votos que mudará o curso da História.


Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário: