No início dessa semana a nadadora olímpica Joanna Maranhão foi vítima da intolerância dos internautas. Ameaça, calúnia, difamação e injúria são os crimes mais comuns na era das redes informacionais.




Texto: Delegação NINJA

Fotos: Delegação NINJA / Luciano da Luz

Foto: Delegação NINJA /Luciano da Luz

Por trás de seus computadores e smartphones, internautas se xingam e se ofendem diariamente na internet. A coragem que uma tela dá a um indivíduo é capaz de travestir erroneamente seu discurso de ódio em liberdade de expressão e, por isso, muitas pessoas, celebridades ou não, são constantemente ofendidas virtualmente. Por ser uma prática recorrente, a naturalização desse tipo de agressão gera um estado de conformismo na vítima, que raras vezes denuncia os(as) agressores.

O caso da atriz Carolina Dieckman, que teve em 2011 fotos de sua intimidade expostas na internet sem o seu consentimento, chamou atenção para esse tipo de situação e inspirou a melhoria do legislativo no proceder com os crimes de internet. Ameaça, calúnia, difamação e injúria são os crimes mais comuns na era das redes informacionais e acometem as vítimas por inúmeros motivos, desde racismo a preconceitos por diferentes opiniões.

Foto: Delegação NINJA / Luciano da Luz

No início dessa semana, a nadadora olímpica Joanna Maranhão foi mais uma vítima da intolerância dos internautas, que a ofenderam em suas redes sociais por comentários machistas, racistas, e que incitavam o estupro e a violência. Depois de ter sido eliminada na prova dos 200m borboleta nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Joanna se deparou com fortíssimos insultos virtuais, que chegaram até a desejar a morte da atleta.

No entanto, Joanna não se calou e exerceu sua cidadania ao buscar por direitos. Na última sexta feira (12), a atleta foi ao departamento da DRCI (Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática), na CIDPOL do Rio de Janeiro, para fazer o boletim de ocorrência contra esses ataques. Acompanhada do advogado Fabiano Rosa, foi entregue à delegada titular da DRCI, Daniela Terra, mais de 200 prints dos comentários ofensivos. Até o momento, dez autores dessas ofensas foram identificados.

Foto: Delegação NINJA / Luciano da Luz

"Acredito na punição dessas pessoas, mas estou aqui também porque não quero que outros casos aconteçam. A vontade de fazer a diferença e de me sentir útil é muito grande", disse Joanna aos jornalistas na saída da DP.

Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Mato Grosso do Sul, em publicação no site Jusbrasil, “usar a internet, celular e outros meios de comunicação para ofender ou prejudicar o outro, é crime. A prática é conhecida como Cyberbullying e pode acarretar processos tanto no campo cível, como dano moral, quanto na área criminal, como injúria, calúnia e difamação”.

Ainda de acordo com a OAB de Mato Grosso do Sul, “a punição para quem pratica este tipo de crime é de multa mais detenção de seis meses a dois anos”, podendo se agravar caso haja divulgação, comercialização ou envio de informações sigilosas.

Foto: Delegação NINJA / Luciano da Luz

Foto: Delegação NINJA / Luciano da Luz



Oximity
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;