Kelly gosta de aparecer



Como se já não bastassem as personagens detestáveis que orbitam em torno do governo Temer, eis que nos últimos dias os brasileiros foram apresentados a uma extremista de direita que utiliza o nome artístico de Kelly Bolsonaro.

Kelly foi vinculada a uma ação de vandalismo na Universidade de Brasília, a UnB. Um grupo de baderneiros fascistas invadiu a UnB e ameaçou os estudantes. Eles gritavam coisas do habitual repertório da extrema direita: contra cotas, contra gays, contra esquerdistas etc etc.

Kelly aparentemente foi a organizadora. Em sua página no Facebook, ela propôs, no meio da semana, uma “treta das melhoressss” na UnB. A Mídia Ninja publicou um vídeo da agressão, que está circulando intensamente nas redes sociais.

Pelo sobrenome que adotou, você pode imaginar quem seja o ídolo de Kelly. Ele mesmo. O segundo da lista é Moro.

Kelly parece gostar de aparecer. Ela já invadira um campo de futebol com um cartaz em que pedia o impeachment de Dilma.

É uma clássica midiota. Mas pode estar prestes a escalar degraus em seu radicalismo, como sugere a “treta” na UnB.

Ela é um perigo potencial. Há que vigiá-la e, se for o caso, puni-la.

As coisas já estão suficientemente tumultuadas no Brasil para que tipos como Kelly Bolsonaro joguem gasolina no fogo.

DCM
Axact

Ronaldo

Blogueiro e livreiro, reproduzo as notícias que considero interessante para os amigos e disponíbilizo meu acervo de livros para possíveis clientes. Boa leitura e boas compras.

Poste aqui o seu comentário:

0 comments:

-Os comentários reproduzidos não refletem necessariamente a linha editorial do blog
-São impublicáveis acusações de carácter criminal, insultos, linguagem grosseira ou difamatória, violações da vida privada, incitações ao ódio ou à violência, ou que preconizem violações dos direitos humanos;
-São intoleráveis comentários racistas, xenófobos, sexistas, obscenos, homofóbicos, assim como comentários de tom extremista, violento ou de qualquer forma ofensivo em questões de etnia, nacionalidade, identidade, religião, filiação política ou partidária, clube, idade, género, preferências sexuais, incapacidade ou doença;
-É inaceitável conteúdo comercial, publicitário (Compre Bicicletas ZZZ), partidário ou propagandístico (Vota Partido XXX!);
-Os comentários não podem incluir moradas, endereços de e-mail ou números de telefone;
-Não são permitidos comentários repetidos, quer estes sejam escritos no mesmo artigo ou em artigos diferentes;
-Os comentários devem visar o tema do artigo em que são submetidos. Os comentários “fora de tópico” não serão publicados;